APRENDA A USAR O FLASH PORTÁTIL EM ESTÚDIO – ILUMINAÇÃO COMBINADA:

“APRENDA A USAR O FLASH PORTÁTIL EM ESTÚDIO”
ILUMINAÇÃO COMBINADA: LUZ NATURAL + FLASH PORTÁTIL

IMG_8423 assinada IMG_8423
Uma sessão fotográfica feita com uma equipe excelente ao meu lado que tornou possível concretizar exatamente aquilo que eu pretendia como resultado final. E não custa repetir que um bom fotógrafo de moda é aquele que sabe jogar em equipe pois sem ela nada acontece.Como tenho alguns alunos espalhados pelo mundo que fazem o curso por videoconferência, também procuro usar equipamento (supostamente) incapaz de concorrer com as full frame (não é verdade!!!). Para essas sessões eu pego na minha velha camera 20d que tem 8,2 mpx (\o/) e com isso mostro (ou provo) que o melhor investimento é aprimorar a técnica, a postura profissional, a organização e acreditar que o mais importante é saber iluminar, independentemente de ser um flash portátil chinoca, uma vela, o sol, uma super cabeça de estúdio, flash portátil, …,
Sem super cameras full frame!!!
Sem equipamentos caros de iluminação!!!
Sem complicações técnicas!!! 
E, principalmente, sair dessa verdadeira mentira técnica sobre a falta de necessidade do flashmeter/fotômetro que enxerga a distribuição da luz em 1/10 e confere precisão decimal enquanto os “olhógrafos” (com todo respeito) proclamam que isso é coisa de do passado e de fotógrafos dinossauros … Como eu!Entrando agora na parte técnica, começando pela iluminação, há um flash portátil com difusor 14 mm sendo a luz principal (key light) ligeiramente deslocado para a esquerda para criar a sombra em forma de asas de borboleta (butterfly lighting) e na região do pescoço para dar destaque à linha do maxilar inspirada na fotografia preto e branco das Divas do cinema dos anos 40 e 50.(vale a pena pesquisar!!)Um pouco abaixo da linha inferior do enquadramento há um refletor prateado que diminui a diferença dos evs deixando as sombras com mais detalhe.

A luz que ressalta o brilho nos cabelos vem de uma janela que há no teto do meu estúdio e que fica bastante intensa em determinadas horas dos dias ensolarados.

E vem dai a maior dica aqui que é dar uma brincada com o white balance da camera para conseguir tingir zonas específicas da fotografia … Calma … Eu vou explicar melhor!!!

Há um leve tom azulado no fundo e nas altas luzes do cabelo (cyan) que é uma característica da temperatura de cor quando fotografamos na sombra com a opção daylight na camera … Afinal, dentro do estúdio é uma zona de sombra, assim como em outra sombra em exterior e o raciocínio é idêntico.

Achei que seria um “defeito” interessante no fundo branco mas isso também atingiu os tons da pele … E corrigi com photogel Red1/4 no flash portátil (todos os meus alunos aprendem isso comigo pois é importantíssimo dominar o assunto).

Escolhi Red porque ao mesmo tempo corrige a pele e satura (naturalmente) o baton.

Toda a fotometria foi feita pela luz do sol que vinha da janela do teto medida pelo modo “ambiente” do fotômetro (Minolta VF).

Na frente o flash portátil como expliquei acima, numa diferença de +4ev pois queria as altas luzes exatamente como aparecem aqui.

E pronto!!! Acabou!!!

Uma janela no teto … Um flash portátil com photogel numa fração de potência muito baixa (1/64) … Um refletor prateado sob o pescoço … Uma camera quase sem pixel nenhum … Hahaha … Uma modelo maravilhosa … Uma make up artist fantástica …

Para os que devem estar pensando …
“-Ah, mas eu não tenho uma janela no teto!”

É possível criar esse efeito com 2 flashes onde o que ilumina o fundo estiver com photogel CTB 1/4 (blue) apontado na mesma direção do que vemos aqui vindo de cima.

Abreijos ai e boas luzes prá vcs!!!

Tamujunto!!! 🙂

Se você gostou da idéia, subscreva a nossa newsletter e apoie a EFO com o seu icone-curtir-facebook-contato (no final deste artigo).

Fernando BagnolaFernando Bagnola, nascido em São Paulo, fotógrafo profissional desde 1984 atua nas áreas de moda e publicidade, vive em Portugal há 7 anos e desenvolve formações de Técnica Fotográfica e Edição no Photoshop através de workshops e cursos ao vivo por vídeo-conferência tendo alunos formados no Japão, Inglaterra, Brasil e Portugal.
portfolio: www.fernandobagnola.com                 workshops: http://workshop.fernandobagnola.com 

2 comentários a “APRENDA A USAR O FLASH PORTÁTIL EM ESTÚDIO – ILUMINAÇÃO COMBINADA:

Responder a Lindomar Faustino Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *